Como participar disso?

Como acompanhar esse alguém?

Tudo parece incomodar…o existir parece incomodar.

A reciprocidade não acontece,

a dança é devolvida com uma luta, um esforço.

Pergunto-me: por quê? Por que viver na luta?

Por que essa falta de medo de perder, essa falta de cuidado?

Recolho-me em meu mundo e só…dele não planejo sair tão cedo.

Minha música, minhas palavras, minhas imagens…e só.

Meu mundo não me machuca,

meu mundo não me chama pra luta,

meu mundo só me conforta.

Anúncios